São Borja
Terça-feira 16 de Janeiro de 2018


SMS recomenda vacina contra febre amarela para quem vai viajar

Dose deve ser aplicada dez dias antes da viagem para áreas de risco de transmissão da doença

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) recomenda que quem for viajar para o exterior ou para área de circulação da Febre Amarela no Brasil faça a vacinação. O médico Benjamin Roitman, chefe da Equipe de Vigilância e Doenças Transmissíveis da SMS, afirmou que a imunização está disponível em todos os postos de saúde da Capital. “Porto Alegre e o Rio Grande do Sul, até o momento, não registram casos da doença, mas não podemos descuidar. E neste caso a vacinação é muito importante”, destacou. A imunização em dose única somente deve ser feita por quem ainda não tenha se vacinado.

Os sintomas da febre amarela são dor de cabeça, febre, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina). A doença é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. Não ocorre a transmissão de pessoa para pessoa.

O tratamento é apenas sintomático e requer cuidados na assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva. Se o paciente não receber assistência médica, pode morrer.

A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação. A imunização é gratuita e está disponível nos postos de saúde em qualquer época do ano. Ela deve ser aplicada dez dias antes da viagem para áreas de risco de transmissão da doença. Pode ser aplicada a partir dos nove meses e é válida por 10 anos. No Brasil, os locais de risco são as regiões de matas e rios em todos os estados da Região Norte e Centro-Oeste, bem como parte das regiões Nordeste e Sudeste.

 Fonte: Correio do Povo/Foto: Foto: Alina Souza