São Borja
Terça-feira 16 de Janeiro de 2018


Medicamento para prevenção ao HIV começa a ser distribuído no RS nesta quarta

Truvada será entregue, inicialmente, para grupos considerados de risco para exposição ao vírus.

O medicamento anunciado pelo Ministério da Saúde como alternativa para prevenção ao HIV vai começar a ser distribuído no Rio Grande do Sul nesta quarta-feira. Inicialmente, o Truvada será disponibilizado em Porto Alegre para 86 usuários dos serviços da Secretaria Municipal de Saúde da Capital e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) do Hospital Sanatório Partenon, vinculado à Secretaria Estadual da Saúde. Moradores de municípios de todas as regiões do Estado também poderão fazer o cadastro para receber a medicação.

 A chamada profilaxia pré-exposição (PrEP) será oferecida para grupos considerados de risco para exposição ao vírus. O medicamento só pode ser utilizado por pessoas que não foram infectadas pelo HIV.

 A médica Ana Lúcia Didonet Moro, infectologista dos hospitais Nossa Senhora da Conceição e São Lucas da Pucrs, explica que o Truvada – uma combinação do tenofovir com a entricitabina – atua bloqueando uma enzima. Com isso, interrompe o processo de reprodução do vírus dentro da célula. Até então, o medicamento era utilizado apenas como um dos remédios para tratamento de pessoas infectadas.

 Ana Lúcia destaca que diversas pesquisas foram realizadas nos últimos anos comprovando a eficácia da medicação na redução do risco de aquisição do HIV através de relações sexuais. “Um dos primeiros foi o teste Iprex que fez esse estudo com homens que fazem sexo com homens e em mulheres trans e viu que houve redução de 44% no risco de aquisição do HIV com o Truvada. Essa eficácia da medicação foi fortemente relacionada à adesão ao tratamento. Eles pegaram um recorte do estudo nos participantes que tinham um nível de adesão alto e viram que os níveis sanguíneos adequados reduziram a incidência do HIV em mais de 95%”, detalha.

 Fonte: Correio do Povo/ Foto: Alexandre Mendez / CP Memória