São Borja
Sábado 16 de Dezembro de 2017


Rio Grande do Sul tem 700 mil pessoas sofrendo de diabetes

Brasil é o terceiro país do mundo com mais crianças com a doença tipo 1

No Brasil, 14,3 milhões de pessoas convivem com o diabetes. Deste total, 700 mil estão no Rio Grande do Sul. O Brasil é o terceiro país do mundo com mais crianças com diabetes tipo 1, somente atrás da Índia e dos Estados Unidos. São 30.900 crianças diabéticas, na faixa de 0 a 14 anos.

Os dados foram apresentados nesta segunda-feira pelo diretor-presidente do Instituto da Criança com Diabetes (ICD), Balduino Tschiedel, que falou sobre os avanços da doença no Brasil e no Mundo. A divulgação dos números sobre a doença faz parte das atividades do Dia Mundial do Diabetes, celebrado nesta terça-feira. A cerimônia foi realizada no auditório do instituto na zona Norte de Porto Alegre, e contou com a presença do ex-jogador Paulo Roberto Falcão, presidente do conselho de administração do ICD.

Segundo Tschiedel, cerca de 415 milhões de pessoas no mundo inteiro convivem com a doença. “A perspectiva é de que, se continuar nesse ritmo, em 2040 serão 642 milhões de pessoas com diabetes”, ressaltou. O presidente do ICD afirmou ainda que o Brasil é o quarto país no mundo em número de adultos com diabetes: 14,3 milhões, atrás somente de China, Índia e Estados Unidos.

Conforme Tschiedel, o diabetes mata precocemente. Em 2015, no Brasil, 42% dos diabéticos que morreram tinham menos de 60 anos. No mesmo ano, cinco milhões de pessoas morreram no mundo por causa do diabetes, mais que a soma dos óbitos causados pela Aids, Tuberculose e Malária. O ICD no bairro Cristo Redentor, no zona Norte de Porto Alegre, atende atualmente 3.260 crianças e jovens e, segundo Tschiedel, conseguiu reduzir em 87% a internação hospitalar devido a um tratamento adequado, educação em diabetes contínua e assistência indisciplinar, princípios que regem a instituição.

 

Instituto da Criança com Diabete

Já Falcão conclamou a comunidade gaúcha a participar da 19ª Corrida para Vencer o Diabetes no próximo domingo, dia 19 de novembro, às 10h, com largada no Parque Moinhos de Vento . “Esperamos colaboração de todos na corrida”, destacou. O objetivo da corrida é levantar recursos financeiros para a manutenção e infraestrutura do ICD que atende gratuitamente mediante parceria com o Grupo Hospitalar Conceição (GHC) mais de três mil crianças e jovens com diabetes.

A Corrida para Vencer o Diabetes começa na avenida Goethe seguindo até o cruzamento da rua Silva Só e da avenida Ipiranga, com retorno na rua Felipe Oliveira e volta pelo mesmo trajeto. O percurso da prova será de quatro quilômetros. Para participar da corrida é necessário comprar uma camiseta no valor de R$ 17,00 que está sendo comercializada nas lojas Panvel.

Em funcionamento desde janeiro de 2004, o ICD presta assistência interdisciplinar a crianças e jovens com a doença, através de um programa de educação continuada em diabetes, tratamento (com acesso a novas tecnologias) e assistência social cla em uma infraestruutura completa com hospital-dia, ambulatóiro e Hot Line, uma linha telefônica para atendimento aos pacientes e familiares e cuidadores.

Em 1991, a International Diabetes Federation (IDF) em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), criou no 14 de novembro, Dia Mundial da Diabetes. A iniciativa foi uma resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos da doença no mundo. A data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2007 e foi escolhida por marcar o aniversário do médico Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921.

 Fonte: Correio do Povo/ Foto: Alina Souza