São Borja
Quinta-feira 19 de Abril de 2018


Data da visita de Lula em São Borja é novamente transferida

Agora, ex-presidente estará na cidade em março. A viagem foi postergada para ajustar o roteiro ao calendário estudantil.

A visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Borja foi novamente transferida. A etapa Sul da caravana Lula Pelo Brasil foi adiada para o dia 19 de março. Prevista inicialmente para o fim de fevereiro, a viagem foi postergada para ajustar o roteiro ao calendário estudantil. Além disso, a alteração das datas vai de encontro à agenda de outros líderes latinoamericanos, que devem participar da caravana em Porto Alegre e na cidade de Santana do Livramento - onde Lula vai se reunir com o ex-presidente uruguaio Pepe Mujica. Após percorrer todos os estados do Nordeste, além de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, dessa vez Lula vai ao Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. A caravana deve passar por pelo menos 14 cidades. Em São Borja, no dia 20 de março, Lula deverá visitar os Museus de Jango e Getúlio Vargas e ainda realizar uma atividade pública em frente ao túmulo de Getúlio, na praça Quinze de Novembro. Recentemente o presidente do PT no estado, deputado federal Pepe Vargas, disse que as agendas do ex-presidente Lula vão dialogar com setores que participaram da construção de importantes políticas públicas no Brasil, durante os seus governos.

 

Presença polêmica

Desde que Lula confirmou sua visita em São Borja, os debates sobre a presença do ex-presidente foram ampliados na cidade. Os favoráveis dizem que essa é uma grande oportunidade de estarem perto de uma figura considerada icônica na política nacional. Os contrários, se posicionam de forma bastante incisiva ao dizerem que Lula não é bem vindo ao município. No início do mês o prefeito Eduardo Bonotto afirmou que será solicitado um reforço na segurança, principalmente nos locais onde acontecerão as atividades oficiais. Bonotto fala que todos tem direito à liberdade de expressão, mas que o momento político exige esses cuidados, para que aconteçam apenas manifestações pacíficas e ordeiras. O comandante do segundo batalhão de policiamento de área de fronteira em São Borja, Major Menezes da Silveira, confirmou que já realizou a solicitação de ampliação do policiamento ao comando geral da Brigada Militar. Silveira pediu que policiais do batalhão de choque sejam enviados para o município. O comandante diz que a Brigada Militar irá realizar o acompanhamento de Lula em todo o trajeto que estará desenvolvendo na cidade, desde sua chegada até as ações oficiais.

 

Outdoor de Bolsonaro

Ainda dentro do contexto de debates e posicionamentos políticos, um fato chamou a atenção em São Borja nos últimos dias. Um grupo de pessoas financiou a colocação de um outdoor em um dos acessos a cidade, em homenagem ao deputado federal pelo Rio de Janeiro e pré-candidato à presidência da república Jair Bolsonaro. No outdoor, com o fundo da bandeira brasileira, existe uma foto de Bolsonaro, com as inscrições de apoio do chamado grupo de São Borja. Porém, após o início da repercussão dessa imagem nas redes sociais na internet, o outdoor foi pichado por pessoas não identificadas.

 

Fonte: Michel/Rádio Cultura

 

Foto: Ricardo Stucker / Instituto Lula