São Borja
Sábado 16 de Dezembro de 2017


Acidentes de trânsito matam 14 pessoas no RS desde sexta-feira

Maioria das colisões aconteceu em rodovias federais

Apesar de o movimento nas estradas ser considerado normal para um final de semana, o Rio Grande do Sul teve ao menos 14 mortes no trânsito desde sexta-feira. A maioria das colisões aconteceu em rodovias federais, durante o sábado, quando chovia forte no Estado.

Para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a maioria dos acidentes foi causado por imprudência dos condutores. "A falta de perícia (dos motoristas) de não reduzir a velocidade quando chove foi o fator mais importante para os acidentes", ressaltou Alessandro Castro, chefe de comunicação da PRF.

O último acidente com morte aconteceu registrado foi na madrugada deste domingo, na BR 392, em Rio Grande, no Sul do Estado. Um homem, de 28 anos, morreu após saída de pista. O jovem - natural de Jaguarão - conduzia um Fiat Strada preto, com placas de Rio Grande. O acidente aconteceu no km 21 da rodovia, próximo à localidade dos Carreiros, por volta da 1h.

De acordo com a PRF, o veículo transitava no sentido Pelotas-Rio Grande, quando o condutor teria perdido o controle, rodando e saindo da pista. Os agentes acreditam que a causa do acidente se deve ao excesso de velocidade. Em consultas aos sistemas, os policiais rodoviários que atenderam a ocorrência verificaram que o condutor possuía 34 infrações de trânsito por excesso de velocidade, disputa de corridas e manobras perigosas.

O local foi isolado e o trânsito permanece controlado, mas liberado pelos policiais rodoviários federais com velocidade reduzida. A PRF aguarda a chegada da perícia.

 

Sábado com nove mortes

Já no sábado foram quatro acidentes com oito mortes. Por volta das 23h10, em Guarani das Missões. Um homem, de 54 anos, morreu após uma colisão frontal entre uma motociclieta e uma caminhonete na BR 392. De acordo com a PRF, uma Honda Falcon, com placas de Sete de Setembro, e uma caminhonete Amarok, de Santo Angêlo, colidiram frontalmente no km 640 da rodovia. Com o impacto, o motociclista, morador de Guarani das Missões, morreu no local. O outro motorista não se feriu. A Polícia Civil de Guarani das Missões será responsável pelo inquérito do acidente.

Em Seberi, no Norte do Estado, duas pessoas morreram no começo da noite em uma colisão frontal na BR 386. Duas caminhonetes uma Fiat Strada e uma Chevrolet S10 colidiram no km 62 da rodovia. Outras quatro pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para o Hospital Pio XII de Seberi. Sendo que, após exames, uma delas foi transferida para o Hospital de Três Passos em estado grave.

Em Tapes, na Metade do Sul do RS, três idosos morreram após colisão na BR 116, envolvendo uma Kia Sportage, com placas de Canoas, um Renault Duste, de Belo Horizonte, Minas Gerais e um GM Tracker, de Porto Alegre. O motorista da Sportage, de 64 anos, e a mulher dele, de 62, faleceram no local. A passageira da Duster, de 70 anos, também morreu. Já a filha dela, que conduzia o veículo, foi encaminhada em estado grave para o hospital. Os três ocupantes da Tracker não sofreram lesões. As vítimas foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu.

Após ouvirem as testemunhas e analisarem os vestígios do acidente, os policiais concluíram que a Sportage, que transitava em direção à capital, colidiu com a Duster e um GM Tracker, que transitavam no sentido contrário.

Em Carazinho, na BR 285, duas pessoas morreram após acidente entre uma motocicleta e um caminhão na manhã de sábado. A Honda CB 300 teria colidido na traseira do caminhão Scania no km 325 da rodovia. O choque fez com que os dois ocupantes da moto, uma Honda CB 300, ficassem sob as rodas da carreta. O condutor e a passageira morreram no local.

O único acidente em rodovia estadual que aconteceu no sábado foi em São Sebastião do Caí, no Vale do Caí. Um homem morreu após ser atropelado por um Volkswagem Gol no km 4 da rodovia, próximo ao bairro São Martim, na madrugada.

 

Sexta-feira

Na sexta-feira foram quatro mortos em acidentes de trânsito. Em Porto Alegre, por volta das 11h30, um motociclista morreu em uma colisão com um ônibus na avenida A. J. Renner esquina com a rua Dona Teodora, sentido Centro-bairro, segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). O homem ainda não foi identificado.

Em Gravataí, um jovem morreu e uma adolescente ficou gravemente ferida após um Voyage colidir contra um poste na avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, na madrugada de hoje. O rapaz, que estava de aniversário na sexta-feira, morreu no local. Ele ficou preso nas ferragens do veículo. O carro ficou totalmente destruído.

Já em Capela de Santana, duas pessoas morreram em uma colisão frontal entre um Toyota Hilux e um Ford Fusion por volta das 2h. O acidente aconteceu no km 29 da ERS 240. Os motoristas dos dois veículos - um homem de 65 anos e um jovem de 25 - morreram no local.

 

Fonte: Correio do Povo

 

Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP