São Borja
Quarta-feira 18 de Outubro de 2017


Consulta sobre separação do RS, SC e PR do país tem maioria dos votos favoráveis, mas adesão cai

Apesar da vitória do "sim", adesão foi menor que em anos anteriores. Até a manhã desta segunda-feira, das 1.386 urnas apuradas, 96,13% haviam votado pelo "sim"

O movimento "O Sul é Meu País" realizou no sábado (7) mais um plebiscito informal para consultar moradores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná sobre a possibilidade de se separar do resto do Brasil. Foram computados um total de 341.566 votos, até a manhã desta segunda-feira (9) (85,82% das urnas) sendo que 96,13% (328.346) optaram pelo "sim", e 3,87% (13.220) pelo "não", conforme divulgado pelo "Movimento O Sul é o Meu País".

Apesar do resultado positivo pela separação, o total de votos foi menor que o registrado em anos anteriores, quando o número de participantes passou de 600 mil pessoas. A votação tinha caráter simbólico, ou seja, não tem valor legal. No entanto, os participantes eram convidados a assinar uma proposta que seria levada ao Congresso para que o assunto fosse discutido.

Conforme os organizadores, a condição mínima para votar era ser maior de 16 anos. Até mesmo o voto em trânsito era permitido. A expectativa era de colher os votos de 2 a 3 milhões de pessoas.

Os participantes responderam sim ou não à pergunta: "Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?".

A coordenadora geral do movimento Anidria Rocha, moradora de São Jerônimo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, dizia antes do resultado da votação, que a adesão seria maior em um momento em que o sentimento separatista crescia por conta da situação política e econômica. "O movimento separatista está crescendo cada vez mais e essa crise política e econômica do Brasil favorece essa nossa posição", destacou.

Os resultados da votação por estado podem ser consultados no site oficial do Plebisul.

Primeira consulta

Essa não é a primeira vez que o movimento "O Sul é Meu País" realiza um plebiscito informal. Em outubro de 2016, outra consulta foi realizada. Á época, participaram 616 mil pessoas e 95,74% disseram ser favoráveis à separação dos três estados do restante do país.

De qualquer forma, a competência para propor um plebiscito é do Congresso quando se tratar de questões de relevância nacional.

A assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) informou ao G1 na terça-feira (3), que não iria se manifestar por não ter recebido nenhuma consulta do movimento a respeito do assunto.

 Fonte:G1.RS/ Foto: Reprodução