São Borja
Quarta-feira 18 de Outubro de 2017


Governo do Estado encaminha à AL projeto que indeniza servidores por atraso nos salários

Piratini estima que repasses serão de R$ 60 milhões

O governo do Estado encaminhou na tarde desta terça-feira à Assembleia Legislativa um projeto que estabelece indenização aos servidores por conta do atraso dos salários.

Sem informar de onde os recursos virão, o Executivo estimou que os repasses serão de R$ 60 milhões para compensar atrasos mensais e de 13º salários. As indenizações vão valer desde primeiro parcelamento, em 2015, e passarão a vigorar assim que ocorrer a aprovação na Assembleia.

“O projeto visa reconhecer prejuízos que os servidores tiveram nesses 22 meses que nós demoramos para pagar os salários. O governador reconhece esse prejuízo e, por isso, está mandando para a Assembleia em regime de urgência”, disse o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, à rádio Guaíba.

Os servidores do Estado têm recebido os salários de forma parcelada consecutivamente desde o fevereiro do ano passado. Em agosto, o governo fez o menor primeiro pagamento do período, com apenas R$ 350 para cada servidor.

Nessa segunda-feira, o Piratini anunciou que no pagamento do mês de setembro irá priorizar os servidores que recebem salários menores.

 

• Com informações e foto  do repórter Lucas Rivas

 

Fonte: Correio do Povo