São Borja
Quinta-feira 19 de Abril de 2018


Primeira parcela ou cota única da Taxa de Lixo em São Borja deverá ser paga em maio

Data já está definida pelo executivo municipal. Taxa terá um reajuste de pelo menos 20%.

Sete de maio será a data limite para pagamento integral, com desconto de 10%, ou primeira parcela da taxa de Recolhimento de Lixo. A cobrança, este ano, é separada do IPTU, em função de ajustes no Código Tributários e na taxa, sendo necessário esperar o tempo legal para aplicar as alterações. A previsão é que a entrega das guias de pagamento seja feita através do serviços dos Correios, na residência dos destinatários, diferente do que aconteceu com os carnês do IPTU, que foram entregues diretamente aos cidadão, que precisaram ir na Prefeitura para fazer a retira. Essa situação causou um grande transtorno e o executivo precisou alterar para vinte de março a data do vencimento da primeira parcela ou pagamento total do imposto deste ano.

 

Aumento no valor do imposto

Diferentemente do IPTU, a Taxa de Recolhimento do Lixo terá um reajuste de pelo menos 20%. É o que garante o secretário da Fazenda, Nilton Koltermann. Ele explica que esse elevação no valor do tributo se faz necessária devido aos aditivos que foram realizados para o recolhimento e destinado final dos resíduos de São Borja para a cidade de Giruá. Segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Edson Damião Ribas, o município vai investir mais de R$ 2 milhões por ano só para encaminhar o lixo para Giruá. Esse valor é superior ao que é gasto com a coleta, que é menos de R$ 2 milhões. Nilton Koltermann diz que o município hoje não tem aporte financeiro para investir nesse serviço com recursos próprios, por isso precisará repassar o valor ao contribuinte.

 

Fonte: Michel/Rádio Cultura

Foto: Arquivo / Rádio Cultura